Hoje todos sabem que o Bitcoin possui alta volatilidade de preço, ainda que tem demonstrado certa estabilidade nos últimos meses.

No entanto, uma dúvida comum é:

Quais os fatores e que contribuem para essa volatilidade e estão elevando a escalada de preços do Bitcoin hoje?

Bitcoin é a primeira criptomoeda e também a mais popular no mundo, cuja o preço é influenciado por diversos fatores.

Idealmente o Bitcoin é expresso como uma taxa de câmbio em relação a outras criptomoedas e o dólar e sua demanda aumentou significativamente em um passado recente.

Algo importante a se saber é que devido a natureza descentralizada da moeda, o Bitcoin não é controlado por nenhuma empresa, banco, organização ou governo de qualquer país.

O que significa que para entender o comportamento da moeda é necessário entender alguns fatores, e são eles que iremos explicar hoje, claro, vamos focar nos principais:

 

O que determina o preço do Bitcoin hoje?

O preço da Bitcoin é mensurado em relação ao conceito de moedas fiduciárias (uma moeda sem valor intrínseco definida como dinheiro por um governo), como Dólares Americanos (BTC/USD), Yuan chinês (BTC/CNY), Euro (BTC/EUR) ou Real (BTC/BRL).

Bitcoin portanto, parece superficialmente semelhante a qualquer símbolo (moeda) negociado nos mercados cambiais e no dia a dia em forma de papel.

Ao contrário das moedas fiduciárias, não há preço oficial do Bitcoin estabelecido; apenas várias médias baseadas em feeds de preços das trocas globais realizadaS.

Os sites Bitcoin Average e CoinDesk são dois desses índices que relatam o preço médio.

É extremamente normal que uma transação única seja realizada a um preço ligeiramente diferente da média.

Mas, discrepâncias de lado, quais fatores determinam o preço do Bitcoin Hoje?

 

Oferta e Demanda

A resposta geral a “Por que esse preço?” É “oferta e demanda”.

A descoberta de preços ocorre no ponto de encontro entre demanda de compradores e a oferta de vendedores. Adaptando este modelo ao Bitcoin, é claro que a maioria da oferta é controlada por adotantes e mineiros que estão adiantados na aquisição da moeda.

 

Oferta

Inspirado pela raridade do ouro, o Bitcoin foi projetado para ter um suprimento fixo de 21 milhões de moedas disponíveis no mercado e mais da metade deste limite já foi produzida.

Vários adotantes iniciais foram inteligentes, espertos, visionários ou afortunados o suficiente para ganhar, comprar ou extrair grandes quantidades de Bitcoin antes do mesmo ter um valor de mercado significativo ou alto.

O mais famoso deles é o criador do Bitcoin, Satoshi Nakomoto (falamos sobre este pseudônimo depois). Satoshi foi criado para manter um milhão de bitcoins ou aproximadamente 4.75% da oferta total (de 21 milhões).

Se Satoshi tivesse despejando essas moedas no mercado, o excesso de oferta resultante colapsaria o preço imediatamente.

O mesmo vale para qualquer detentor de um volume muito grande de moedas.

No entanto, qualquer indivíduo racional que procura maximizar seus retornos distribuiria suas vendas ao longo do tempo, de modo a minimizar o impacto dos preços e consequentemente seu lucro reduzido.

Atualmente, os mineiradores de Bitcoin produzem cerca de 3.600 bitcoins por dia, parte da qual eles vendem para cobrir a eletricidade e outras despesas envolvidas no processo.

O custo de energia diária de toda a mineração é estimado em torno de US $ 500.000.

Dividir esse total pelo preço atual do BTC|USD fornece uma aproximação do número mínimo de bitcoins que os mineiradores fornecem aos mercados diariamente.

 

Demanda

Com a atual recompensa de mineração de 12,5 BTC por solução de bloco, o abastecimento de Bitcoin está projetado para crescer cerca de 4% ao ano.

Esta taxa irá diminuir acentuadamente em 2020, quando ocorre a próxima redução da recompensa por solução de bloco.

O rápido crescimento no preço do Bitcoin, apesar de uma certa inflação, (e aumentou no passado quando a recompensa foi de 50 BTC por solução!) indica que estamos em uma demanda extremamente forte.

Todos os dias, os compradores absorvem as milhares de moedas oferecidas por mineiros e outros vendedores.

Uma maneira comum de avaliar a demanda de novos investidores para o mercado é monitorar os dados de tendências do Google (desde 2011 até o presente) para o termo de pesquisa “Bitcoin”.

Essa reflexão do interesse público tende a correlacionar-se fortemente com o preço.

Os altos níveis de interesse público podem exagerar a ação de preços; Os relatos da mídia sobre o aumento dos preços da Bitcoin atrai especuladores gananciosos e desinformados, criando um loop de feedback.

Isso geralmente leva a uma bolha logo seguida por uma queda.

O Bitcoin experimentou pelo menos dois desses ciclos e provavelmente experimentará mais no futuro.

 

bitcoin hoje

 

Mudanças no protocolo

O Bitcoin pode ser um lugar intimidante para o novo investidor, não é tão simples quanto parece.

Percorrendo seu feed de notícias, é mais do que provável que você seja bombardeado por notícias apocalípticas e termos estranhos – e você pode não entender imediatamente os riscos do investimento nesta criptomoeda.

Talvez você tenha visto no último mês de agosto que o Bitcoin passaria por um Fork proposto pela Segwit, certo?

Estes forks são certamente uma questão muito importante e sem um análogo para investidores tradicionais.

Então, o que exatamente é um Fork? E por que eles são tão importantes para o valor do bitcoin e outras criptomoedas?

A resposta mais simples é que todas as criptomoedas são softwares, e que um fork é uma mudança neste software.

Para aprofundar no entendimento do que é um fork e segwit clique nas palavras!

Vamos a última e mais drástica mudança que o protocolo Bitcoin já passou:

 

1 de agosto de 2017 – Bitcoin “se divide” em Bitcoin (BTC) e Bitcoin Cash (BCH)

O valor do Bitcoin: $ 2787.85  e o valor Bitcoin 10 dias depois: $ 3383.79

Depois de anos de discussão sobre como o Bitcoin deveria escalar a controvérsia foi transformada em ação.

O código Bitcoin foi dividido em duas direções diferentes. Uma direção que suporta a otimização de blocos Bitcoin através do Segwit, enquanto a outra direção suporta blocos maiores de até 8mb.

O grupo de blocos maiores chamou sua moeda de Bitcoin Cash e efetivamente duplicou as participações de quem possuía Bitcoin antes de 1º de agosto.

Por exemplo, se você tivesse 10 Bitcoins antes de 1º de agosto, agora você terá 10 Bitcoins e 10 Bitcoin Cash.

 

Regulamentação do Governo

Algumas pessoas gostariam de ver o Bitcoin se tornar mais regulamentado pelos governos, porque quando algum governo regula o Bitcoin, declara-o legal ou ilegal.

Se é legal, as leis que regem o Bitcoin ajudam as pessoas a avaliar sua usabilidade e longevidade.

Por outro lado, temos pessoas que têm medo da regulamentação governamental, já que o objetivo de uma moeda descentralizada é se permanecer descentralizada para que ninguém possa controlá-la (Governos, Bancos, etc.) – tudo bem foi redundante.

O governo controla o montante da moeda fiduciária que o país tem em circulação. A utilização para controlar movimentos macro econômicos.

Eles podem produzir mais dinheiro, mas não podem diminuir diretamente a quantidade de dinheiro em circulação, é necessário um movimento de contração ou expansão monetária.

Uma carteira de Bitcoins (Wallets) e seus endereços, podem ser excluídos acidentalmente, ou pode ter o acesso bloqueado com uma senha esquecida, mas serão somente 21 milhões de Bitcoins geradas.

Isso permite que o valor de Bitcoin aumente ao longo do tempo em vez de diminuí-lo.

Agora imagine isso, o governo declara que somente eles terão permissão para administrar as criptomoedas e que somente sua moeda é legal em seu país.

Bem, agora temos a mesma situação que antes da invenção das criptomoedas.

O governo detém o controle sobre todo o dinheiro e eles podem começar e parar de minar quando quiserem.

Talvez eles até mudem o código para permitir ainda mais mineração de moedas quando eles estiverem com baixos recursos financeiros.

A única coisa diferente é a forma que o dinheiro é transacionado. Há muitas coisas assustadoras e negativas que o regulamento das criptomoedas pode trazer, e algumas pessoas são totalmente avessas a novos regulamentos.

Assim as pessoas que adotam a regulação do Bitcoin irão automaticamente comprar mais, impulsionando o valor de um Bitcoin.

Mas aqueles que temem a regulamentação governamental podem começar a vender devido ao pânico quando notícias como a BitLicense NYDFS aparecem.

O que faz com que a regulamentação do governo seja um fator na estabilidade de preços do bitcoin, pois você pode interpretar essa situação de duas maneiras diferentes.

 

1 de abril de 2017 – Japão declara Bitcoin como moeda legal

Valor Bitcoin: $ 1085.03 Valor Bitcoin 10 dias depois: $ 1215.69 Ver Evento # 65 no Gráfico

O Japão reconhece o bitcoin como método legal de pagamento.

A legislatura do país aprovou uma lei, após meses de debate, que trouxe intercâmbios de bitcoin sob regras anti-lavagem de dinheiro / know-your-customer, ao mesmo tempo que classificava bitcoin como uma espécie de instrumento de pagamento pré-pago.

 

Conclusão

Os fatores que influenciam o preço do Bitcoin são bastante diversos.

Alguns deles são mais lentos, mas bastante estáveis, como a crescente curva de oferta e demanda.

Outros são sentimentais e violentos, como o comércio especulativo, que influencia diariamente o preço do bitcoin.

Apesar das forças opostas que muitas vezes exercem sua influência no mercado de bitcoin, o preço médio a longo prazo parece estar em ascensão.

Observe que aprender sobre esses fatores não tornará o preço do bitcoin mais previsível para você.

No entanto, entendê-los pode ajudá-lo a se sentir mais à vontade com as flutuações de preços e tomar decisões mais fundamentadas e informadas no momento certo

Se o seu objetivo é acumular Bitcoin, um bom método é reservar uma quantia fixa e acessível de dinheiros a cada mês para comprar bitcoins, independente do preço.

Ao longo do tempo, essa estratégia (conhecida como média de custo da moeda) permitirá que você acumule bitcoins a um preço médio decente sem o estresse de tentar prever as curvas por vezes, selvagens eu diria, no preço do Bitcoin.